*Inelegível, ex-prefeito Dissica Tomaz invade privacidade da população com filmagens de drone em áreas privadas

Inicio Amazonas

*Inelegível, ex-prefeito Dissica Tomaz invade privacidade da população com filmagens de drone em áreas privadas

O ex prefeito Dissica Tomaz, que chegou ontem ao município de Eirunepé na aeronave EMB-100, prefixo PT-SOG, em vôo fretado através do Gabinete Militar

Nove pessoas são presas suspeitas de envolvimento com milícia, tráfico de drogas e outros crimes
Ministério Público afirma que Wilson Lima é chefe de organização criminosa
ALE-AM lança caminha de combate à violência doméstica contra as mulheres na pandemia

O ex prefeito Dissica Tomaz, que chegou ontem ao município de Eirunepé na aeronave EMB-100, prefixo PT-SOG, em vôo fretado através do Gabinete Militar do Governo do Estado do Amazonas, trazendo consigo equipe composta de fotógrafos, operador de drones e cabos eleitorais, não demorou muito para mostrar a razão de sua ida ao município distante 1.160km de Manaus.

Se dizendo pré-candidato, mesmo estando inelegível por decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) conforme publicação de âmbito nacional do órgão, e de acesso livre para consulta popular através do link is.gd/Lx1R32, não perdeu tempo em apresentar seus planos para o município.

Ele promoveu voos rasantes de drone, comandado por seu cinegrafista Guilherme sobre a residência do prefeito Raylan Barroso, em evidente desrespeito ao direito constitucional a privacidade do gestor vizinhança próxima.

Não é de se estranhar tal atitude partindo do inelegível Dissica, visto que este tem se apresentado em seus encontros como homem forte do governador do Amazonas, alardeando ter a estrutura do estado em suas mãos, e ainda, ter o controle do grupo Calderaro, o qual fazem parte a tv e o jornal A Crítica.

 

Como medida preventiva de garantia de seus direitos constitucionais, o prefeito Raylan Barroso, através de sua assessoria jurídica, estará registrando um boletim de ocorrência na delegacia da cidade, já se antecipando a possíveis utilizações distorcidas das imagens colhidas pelo inelegível pré-candidato e seu piloto de drone, Guilherme.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0