Presidente da Câmara Municipal, na condição de prefeito em exercício, exonera médica envolvida em supostas denúncias de mal atendimento a usuários do SUS

Pauini – Ontem, dia 02 de julho, após discussão exaltada na Unidade Mista de Pauini, o vereador Vagner de Moura Costa, na condição de prefeito em exercício, exonerou a médica Nawsha Caroline Ferreira de Oliveira, que vem sendo alvo de sucessivas reclamações por parte de pacientes e usuários do SUS em Pauini. Em outras oportunidades, por mais de uma vez a profissional da área médica Nawsha chegou a solicitar a presença da polícia militar no interior do hospital, sob o argumento de que estaria sendo ameaçada ou desacatada. Desta vez, no entanto, o bate – boca foi com o presidente da Câmara, e ela, ao que se sabe, não chamou a polícia.

Segundo informações do próprio presidente da Câmara, o decreto de exoneração será mantido, ao menos que a chefe do poder executivo resolva rever a decisão. Segundo Vagner, a médica teria se recusado a atender um paciente, mesmo estando no hospital.

Considerando que a médica é parenta da prefeita do munícipio, Eliana Amorim, resta saber se a decisão que a exonerou será mantida. Até hoje, apesar de inúmeras críticas ao comportamento da médica, inclusive formuladas por vereadores da própria base do governo e da oposição, não se sabe de nenhuma medida adotada pela administração pública contra a referida médica, a não ser essa exoneração.

Esta redação procurou a doutora Nawsha em sua residência e em seu local de trabalho para que ela pudesse fornecer a sua versão dos fatos, mas não foi encontrada.

 

Da Redação 

Sem Comentários

Deixe um Comentário