Início / Política / SEÇÃO ESPECIAL LEMBRA 30 ANOS DE FALECIMENTO DO SENADOR ARTHUR VIRGÍLIO FILHO

SEÇÃO ESPECIAL LEMBRA 30 ANOS DE FALECIMENTO DO SENADOR ARTHUR VIRGÍLIO FILHO

A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) realizou, nesta terça-feira (4), Sessão Especial, pela passagem dos trinta anos da morte do senador Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, ocorrida no último dia 31 de março. A sessão foi proposta pelo deputado estadual Luiz Castro (REDE).

Em pronunciamento da tribuna do plenário Ruy Araújo, Luiz Castro enalteceu as qualidades do político amazonense. “Como advogado, como jornalista e, principalmente, como político, foi uma pessoa que marcou época com suas posições firmes e corajosas”, afirmou o parlamentar. Segundo ele, por conta de seu “combate” ao arbítrio do regime militar, Arthur Filho teve, em 1969, seus direitos políticos cassados por dez anos, pelo Ato Institucional nº 5.

De acordo com Luiz Castro, a história do Amazonas tem na pessoa do senador Arthur Filho uma figura exemplar. “Alguém que realmente defendeu com competência, decoro e altivez os interesses coletivos da nossa população”, destacou o deputado. Castro recordou que, em 1964, por ocasião do Ato Institucional nº 2, o senador “fez um discurso histórico no Senado da República, combatendo todos os métodos arbitrários adotados pelos militares que estavam no poder, para aniquilar a força da representação popular no Congresso Nacional”.

Conforme Luiz Castro, ao ser anistiado, em 1979, Arthur Filho voltou de cabeça erguida à política, na gestão da Previdência. Castro disse que o senador era brilhante nos seus discursos, em uma época em que os tribunos primavam pela oratória, com veracidade, clareza, capacidade e discernimento ao apontar os erros e as soluções.

Representando o prefeito Arthur Neto, filho do senador Arthur Filho, a vereadora de Manaus, Therezinha Ruiz (DEM), agradeceu a homenagem em nome do chefe do Executivo Municipal e sua família. Ela ressaltou que o homenageado foi um grande democrata, que lutou pela criação da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Ruiz lembrou também a passagem do senador pela Academia de Letras do Brasil – seccional Amazonas (ALB-AM), da qual ele é o patrono.

A presidente da ALB-AM, Cecília Maria Rodrigues de Souza, declarou que a Sessão Especial da Aleam foi uma justa homenagem ao homem que exerceu com louvor a vida pública e enfrentou desafios e perseguições sem nunca desistir das suas ideias, assim como um parlamentar que abriu espaço ao político amazonense no cenário nacional. “Em reconhecimento aos seus brilhantes pronunciamentos, aos seus projetos, à criação da UFAM, ao amor e à paixão pela poesia, e à sua integridade no serviço público, tornou-se imortal na ALB-AM”, revelou Cecília Rodrigues.

About admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *