• No products in the cart.

Novo ministro do MEC diz que não vai aceitar vazamentos

Em seu primeiro dia no comando do MEC, Weintraub demonstrou preocupação com brigas internas e posturas inadequadas.

Ao assumir oficialmente o comando do Ministério da Educação (MEC), na última quarta-feira (10), o ministro Abraham Weintraub informou que quer evitar “sabotagem”.

Durante reunião reservada com Carlos Nadalim, secretário nacional de Alfabetização, o ministro também ressaltou que não vai aceitar vazamentos de informações da pasta.

O diálogo foi ouvido pelo O Globo após um telefonema feito para o ministro. Segundo o jornal, Weintraub atendeu a chamada e deixou o celular ligado.

De acordo com a reportagem, na conversa, Weintraub demonstrou preocupação com as brigas internas entre as alas ideológica e militar.

O ministro ainda comentou sobre posturas inadequadas na pasta e disse que se alguém “toma uma posição sem autorização da chefia” será “mandado embora”.

Sem Comentários

Deixe um Comentário