• No products in the cart.

Nicolás Maduro anuncia racionamento de energia na Venezuela e volta a culpar os Estados Unidos

Maduro voltou a culpar EUA e a oposição pela crise elétrica que assola quase todo território venezuelano.

O ditador Nicolás Maduro anunciou na noite de domingo (31) um plano de racionamento de energia, em meio a um novo apagão na Venezuela.

Em pronunciamento na televisão, o líder chavista afirmou que o objetivo da medida é tentar minimizar os problemas provocados pelos blecautes.

“Aprovei um plano de 30 dias para ir a um regime de gerenciamento de carga [racionamento]”, disse Maduro, segundo a VEJA.

Ainda durante seu discurso, Maduro reiterou que a instabilidade da energia elétrica se deve a supostos ataques dos Estados Unidos contra o sistema elétrico do país:

“O golpe foi diretamente ao sistema de geração e afetou a capacidade de geração [da principal hidrelétrica do país, Guri].”

Sem Comentários

Deixe um Comentário