• No products in the cart.

Milícias pró-Maduro atacam carro que transportava o presidente interino Juan Guaidó

Apoiadores do regime chavista começaram a arremessar pedras e a golpear o veículo de Guaidó.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, saía da Assembleia Nacional nesta terça-feira (26), em Caracas, quando foi alvo da agressividade das milícias a favor de Nicolás Maduro.

Antes do ataque, Guaidó discursou sobre a Venezuela e o apagão que voltou a atingir grandes partes do país desde a segunda-feira (25).

Durante a tarde desta terça-feira, Guaidó anunciou que amanhã fará um pronunciamento para dar mais detalhes sobre a chamada “Operação Liberdade”:

“Devemos acelerar os processos de organização, é o momento de dar o passo definitivo e encerrar a usurpação.”

Os jornalistas que estavam na Assembleia Nacional na tarde de terça-feira também sofreram ataques dos grupos paramilitares apoiadores do ditador Nicolás Maduro, conhecidos como colectivos.

Membros dos grupos rodearam o local em motocicletas impedindo a saída dos deputados e dos profissionais de imprensa do local. Alguns jornalistas tiveram equipamentos roubados, informa a Gazeta do Povo.

Sem Comentários

Deixe um Comentário