• No products in the cart.

Lava Jato quer pena mais dura contra Lula no caso do sítio de Atibaia

A força-tarefa da Operação Lava Jato quer aumentar a pena do ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia.

O petista Lula da Silva foi condenado em 1.ª instância pela juíza Gabriela Hardt, em fevereiro, a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro nas obras feitas pela Odebrecht e pela OAS na propriedade rural.

A Operação Lava Jato quer imputar um número maior de crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro ao ex-presidente do que aqueles que estão na sentença de Hardt.

No documento enviado à Justiça, a Lava Jato não calculou em quanto ficaria a nova pena de Lula se o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) acolhesse todos as suas solicitações, informa o jornalista Fausto Macedo.

A elevação da pena foi apresentada ao juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, que remeteu o processo ao TRF-4.

O ex-presidente está preso há mais de 1 ano na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, pela condenação no caso do triplex do Guarujá, outro processo da Lava Jato.

Sem Comentários

Deixe um Comentário