• No products in the cart.

Governo do Amazonas oferece cursos de qualificação para mulheres em situação de vulnerabilidade

Foram oferecidas 80 vagas em cursos de maquiagem, decoração com balões, tranças e penteados e artesanato com Patch Aplique

Mulheres em situação de vulnerabilidade cadastradas no Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream) iniciaram, nesta semana, cursos de qualificação profissional oferecidos pelo Governo do Amazonas, por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). Os cursos têm duração de dois meses.

Ao todo, 80 mulheres participam de cursos de maquiagem, decoração com balões, tranças e penteados e artesanato com Patch Aplique. De acordo com a titular da Sejusc, Caroline Braz, a proposta é atuar com políticas de promoção de empoderamento e independência financeira feminina.

“Acreditamos que, por meio desses projetos, as mulheres se sentirão mais seguras para seguir em frente diante da situação de vulnerabilidade. Com cursos de qualificação, essas mulheres têm a chance de se tornarem empreendedoras e conquistarem a independência financeira”, afirma a secretária.

A secretária reforça ainda que tem adotado parcerias com diversas instituições, órgãos municipais e estaduais, com o objetivo de oferecer soluções efetivas para as demandas apresentadas pela população.

“Sob determinação do governador Wilson Lima, temos trabalhado em parceria para oferecer um atendimento de qualidade e efetivo à população. Nossa meta é chegar cada vez mais perto das pessoas em situação vulnerável”, comenta a titular da Sejusc.

Políticas para mulheres – Nesta gestão, a Sejusc realiza ações com foco na prevenção da violência doméstica e incentivo à independência financeira.

Atualmente, o órgão trabalha na articulação de cursos profissionalizantes e na inserção de mulheres no mercado de trabalho, além de oferta de crédito, em parceria com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) para empreendedoras.

Na última sexta-feira (14/06), a Sejusc inaugurou a primeira unidade Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher do interior, com atendimento social e psicológico, no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros da capital).

FOTOS: Divulgação/Sejusc

Sem Comentários

Deixe um Comentário