• No products in the cart.

Flamengo goleia San José – BOL por 6 x 1 na Libertadores

Bolivianos chegaram a deixar tudo igual no início do primeiro tempo, mas Rubro-Negro teve grande atuação e anotou quatro gols na etapa final

Na última semana o Flamengo foi surpreendido pelo Peñarol-URU em pleno Maracanã e perdeu por 1 a 0, pela terceira rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores 2019. Nesta quinta-feira (11 de abril), o Rubro-Negro voltou ao estádio para o seu último compromisso em casa neste estágio da competição continental, mas desta vez não foi surpreendido pelo adversário e goleou o San José-BOL por 6 a 1.

Sem poder contar com Uribe, machucado, e Gabigol, suspenso por conta de cartão vermelho contra os uruguaios, o técnico Abel Braga precisou improvisar. O técnico promoveu a entrada de De Arrascaeta, que foi escalado na sua posição de origem, pela esquerda, deslocando Bruno Henrique como centroavante.

E o Rubro-Negro não demorou para abrir o placar. Com apenas 2 minutos de partida, Diego aproveitou cobrança de escanteio e desvio de Bruno Henrique para cabecear em direção ao gol, contando ainda com falha do goleiro do San José.

Dois minutos depois, o Flamengo viu Toco, zagueiro do San José, ser expulso após falta em Bruno Henrique, que avançava com liberdade rumo à meta adversária. Como era o último defensor na jogada, a cor do cartão foi vermelha.

Aos 18 minutos, o San José chegou a dar um susto nos rubro-negros presentes no Maracanã e deixou tudo igual. Após boa triangulação no ataque, Sanguinetti recebeu na área, arriscou, mas parou em boa defesa de Diego Alves. No rebote, porém, o arqueiro não foi páreo para nova finalização dos bolivianos, desta vez com Saucedo, que guardou.

E não demorou para o clube da Gávea voltar à frente no placar. Aos 30 minutos, Diego Alves encaixou ótimo contra-ataque após dar soco na bola, que acabou nos pés de Everton Ribeiro, que em seguida foi desarmado, mas Bruno Henrique retomou a posse e devolveu para o camisa 7, que deu tapa em direção à meta do San José.

O segundo tempo reservou uma chuva de gols aos donos da casa. Primeiro com De Arrascaeta, aos 11 minutos, seguido novamente por Everton Ribeiro, aos 34 minutos, Vitinho, aos 38, que marcou de pênalti, após Willian Arão ser puxado pela camisa dentro da área, e por último Gutiérrez, que marcou contra aos 42.

Com o resultado, o Flamengo chegou a nove pontos somados no Grupo D e com o grande número de gols, ultrapassou o Peñarol no saldo, reassumindo a liderança da chave. Na próxima rodada, contra a LDU, no Equador, o Rubro-Negro pode até empatar que garante classificação antecipada para o mata-mata da Libertadores.

 

Com informações do Fox Sports

Sem Comentários

Deixe um Comentário