• No products in the cart.

Em Cessão de Tempo sobre o Maio Amarelo, Roberto Cidade destaca papel das crianças na mudança de comportamento dos pais no trânsito

As ações promovidas pelo Detran-Am durante o Maio Amarelo foram apresentadas pelo diretor-presidente Rodrigo de Sá, na manhã desta terça-feira, 21, durante a Cessão de Tempo proposta pelo deputado estadual Roberto Cidade (PV), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas.

Na abertura da cessão, Cidade destacou que a conscientização e prevenção no trânsito são fundamentais para evitar acidentes e, com as ações voltadas para as crianças, a sensibilização pode contribuir ainda mais com a redução dos índices de acidentes. Atualmente, o Brasil é o quarto país do mundo no ranking de mortes no trânsito.

“Esse conhecimento compartilhado com as crianças se transformam em mudanças efetivas no comportamento dos pais e familiares. Quando um filho ou filha chama a atenção do pai, da mãe, do tio, para que coloque o cinto, para que não use o celular ao volante, desperta uma nova conduta no trânsito. Sem falar que ao crescer, essas crianças já terão uma postura diferente”, afirmou o deputado.

Segundo informações do Detran-Am, de janeiro a março deste ano, a Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública, registrou 1.114 vítimas lesionadas por acidente de trânsito. Até abril, foram 92 vítimas fatais em todo o Estado.

Na capital, nos primeiros quatro meses do ano, foram registradas 65 mortes em acidentes de trânsito, o que representa uma redução de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento feito pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). As principais causas de acidentes com mortes são: excesso de velocidade, bebida e uso de celular no volante, respectivamente nessa ordem.

Além da campanha desenvolvida pelo Detran, Rodrigo de Sá destacou os avanços no atendimento à população por meio da implantação do sistema eletrônico de agendamento, a CNH e CRLV digitais, as blitzes realizadas com maior intensidade nos fins de semana e as ações que estão sendo realizadas no interior do Estado.

“Apesar do mês de maio ser dedicado para discutir os cuidados com o trânsito, as ações vão ser realizadas o ano todo. A maior causa de morte entre crianças e jovens de 5 a 29 anos são os acidentes de trânsito. No Brasil, são 40 mil mortos por ano, 250 mil sobrevivem, mas ficam com sequelas e, cerca de 3% do PIB são gastos com saúde por conta desses acidentes. No Amazonas, começamos a registrar reduções, mas ainda podemos fazer muito mais, principalmente se a sociedade se engajar neste trabalho”, concluiu Rodrigo de Sá.

Texto: Leonardo Fierro
Foto: Evandro Seixas

Sem Comentários

Deixe um Comentário