Chico Preto encampa movimento em prol do mercado de gás natural no Amazonas

A pedido do vereador Chico Preto (DC), a Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, na semana passada, uma indicação pedindo à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) a derrubada do veto governamental ao Projeto de Lei 153/2020, que põe fim ao monopólio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) na distribuição e comercialização de gás natural no estado. Agora, o parlamentar vem fazendo movimentos nas redes sociais conclamando que a população cobre os deputados estaduais a votarem favoráveis ao PL.

Na avaliação de Chico preto, a abertura do mercado de gás natural é essencial para a retomada da economia de Manaus e do Amazonas após a pandemia do coronavírus. Segundo ele, muitas empresas desejam investir na região, mas a precisam de um ambiente favorável para empreender.

“Esse projeto é primordial para a retomada econômica do estado, sobretudo após o período de pandemia. Pensando no bem do nosso estado é de suma importância a derrubada do veto governamental, a fim propiciar o interesse de investidores do setor e consequentemente a ampliação da rede para os demais consumidores”, destacou.

Campanha
O vereador tem distribuído um banner pedindo que a derrubada do veto e em suas redes sociais informou o contato de cada um dos 24 deputados estaduais. A ideia é que a população peça dos representantes a derrubada do veto.

“Mais empresas é a certeza de mais empregos e melhores serviços, não só para o uso do Gás Natural Veicular (GNV), mas de outro serviços oriundos do gás que hoje nós temos. O gás pode ser encanado e pode ser usado nas cozinhas e ser mais barato que o gás vendido na botija. Precisamos de competição para ampliar o mercado do gás canalizado na cidade de Manaus”, concluiu o parlamentar.

Sem Comentários

Deixe um Comentário