• No products in the cart.

Chico Preto diz que intervenção no transporte público vem com mais de um ano de atraso

Em discurso na Câmara Municipal de Manaus (CMM) na manhã desta terça-feira (23), o vereador Chico Preto (PMN) afirmou que a decisão da Prefeitura de Manaus de intervir no sistema de transporte público – com a publicação do decreto 4.503/2019 – acontece com mais de um ano de atraso. Na avaliação do parlamentar, o Executivo deveria ter tomado essa decisão quando as empresas se recusaram a renovar a frota de ônibus, mesmo após o reajuste de R$ 3 para R$ 3,80 no valor da tarifa, no final de 2017.

“A gente vem denunciando esses problemas desde 2017 quando do aumento de R$ 3 para R$ 3,80, e o compromisso de renovar a frota. Na hora que os empresários disseram que não iriam renovar a frota, era o momento da intervenção e não agora um ano e sete meses depois. Ela é bem-vinda, não há dúvidas, mas fico com as palavras de Rui Barbosa, que diz que a justiça tardia não é justiça, é injustiça qualificada”, afirmou.

Chico Preto disse esperar que a relação da Prefeitura com as empresas mude e haja um acompanhamento mais de perto das decisões. O parlamentar destacou, ainda, que houve corpo mole na hora de cobrar os empresários.

“A gente não pode colocar a responsabilidade somente para as empresas porque elas não fazem as regras. Elas precisam cumprir as regras. Mas se há regras sem fiscalização, é como o pai que tem a responsabilidade de acompanhar o filho na escola, de estar presente na criação da criança e não faz. Aí, quando o menino faz 18 anos o pai se surpreende porque ele se tornou um criminoso. O Arthur não pode ser culpado de tudo, mas há um acumulado na gestão dele. Faltou uma posição mais firme”, observou.

Atestado de óbito
O vereador Chico Preto foi enfático ao dizer que se o decreto 4.503/2019 não for eficiente, o prefeito de Manaus assinou seu atestado de óbito.

“Se for jogo de cena, o prefeito Arthur assinou o atestado de óbito dele. Se não for verdadeiro, se não for para mudar regras e levar o sistema de transporte coletivo para um outro patamar, RIP Arthur Neto, porque com a expectativa do povo não se brinca e ela está aí, batendo na nossa porta diariamente, seja em rede social ou em presença física”, concluiu.

Sem Comentários

Deixe um Comentário